País tem sido alvo de bombardeio e ONU estima que mais 100 civis tenham morrido

Fonte:portasabertas

De acordo com a chefe de direitos humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet, os ataques aéreos do governo da Síria e de aliados mataram mais de 100 civis nos últimos 10 dias, incluindo 26 crianças, conforme divulgado pela agência de notícias Reuters. Segundo relatos, os bombardeios acontecem em escolas, hospitais, mercados e padarias, e para Michelle “o saldo de mortes foi recebido com ‘aparente indiferença internacional’”.

O fato é que há mais de 10 dias, os conflitos em território sírio, fomentados pela guerra civil que já dura oito anos se intensificaram. As províncias de Idlib, Hama e Alepo são as últimas áreas controladas pela oposição na Síria. Em tese, toda a região está protegida por uma trégua negociada entre a Rússia, aliada do governo sírio, e a Turquia, que apoia a oposição. O acordo deveria proteger os mais de 2,7 milhões de civis, mas não é isso que está acontecendo.

Devido a esse cenário, o número de refugiados subiu para 400 mil na última semana, de acordo com a agência de notícias AFP. O governo afirma que o aumento dos ataques se deve a repetidas violações da trégua por jihadistas ligados à al-Qaeda que estariam na área dominada pela oposição. Mas, as Forças Democráticas Sírias (FDS), que são apoiadas pelos Estados Unidos, já afirmaram ter derrotado os jihadistas e dado fim ao grupo extremista autoproclamado Estado Islâmico (EI) no país.

Tudo isso revela que, ainda que as manifestações e as tomadas de território tenham se intensificado nas últimas semanas, a triste situação na Síria se arrasta por longos oito anos, e quem está no meio de toda esta pressão são os civis, que precisam da nossa intercessão. Lembre-se desta nação, em especial das famílias cristãs que estão deslocadas e também das que permanecem no meio da guerra. A Síria precisa de paz, você pode pedir por eles?

Ajuda emergencial para a Síria

Para apoiar os cristãos perseguidos na Síria, a Portas Abertas desenvolve vários tipos de projetos, como reconstrução de casas e igrejas, reabertura de escolas e bibliotecas e microcrédito. No entanto, ainda há uma grande necessidade de ajuda emergencial e distribuição de cestas básicas para os irmãos. Sua contribuição ajuda os irmãos sírios a se levantarem. Conheça a campanha e envolva-se!

Pedidos de oração

  • Interceda por toda a nação síria. Peça que a guerra cesse e que as famílias tenham paz.
  • Clame em favor dos que perderam entes e amigos queridos nos bombardeios dos últimos dias, que seus corações sejam confortados.
  • Peça que os cristãos continuem recebendo ajuda material e espiritual e, assim, sejam encorajados.