Mesmo criando os filhos sozinha e sem apoio dos familiares, cristã indiana sustenta sua fé na palavra de Deus e segue confiante

Fonte: portasabertas

No primeiro dia do Ramadã, 05 de maio, começamos a contar a história de Areefa*, uma cristã ex-muçulmana que ficou viúva após seu esposo ter sido morto pelo próprio irmão, por ser seguidor de Jesus. Entenda, por completo, a atual situação de Areefa e continue orando conosco por essa irmã, e pela vida de todos os cristãos ex-muçulmanos da Índia. O país vive um momento de instabilidade e o clima é ainda mais complicado para os cristãos.

Ao contar aos colaboradores da Portas Abertas como o marido faleceu, Areefa continuou seu relato: “Depois da morte do meu marido, meus irmãos queriam que eu voltasse para casa e deixasse minha fé cristã. Eles queriam que eu me tornasse muçulmana novamente e me casasse na comunidade. Eles disseram que não me ajudariam de forma alguma se eu não deixasse o cristianismo”.

“Eu neguei tudo, porque queria me apegar ainda mais a Jesus. Outros membros e líderes da igreja me ajudaram e oraram comigo todo esse tempo”. Areefa é uma mulher ousada. Em meio a sua perda, ela escolheu continuar seguindo Jesus, mesmo que seu marido tenha sido morto por causa dessa fé.

Areefa confia em Deus e segue sua vida

Apesar de ser analfabeta, isso não a impediu de usar suas habilidades de adaptação para sustentar a si mesma e a seus filhos. Ela disse: “Eu fui capaz de me tornar forte e trabalhar duro para sustentar meus filhos”. Mas, a perseguição continuou. “Mesmo agora, meus parentes me odeiam porque escolho manter minha fé. Eles nunca me deram qualquer tipo de apoio para criar meus filhos.”

Quando os colaboradores perguntaram o que a faz tão corajosa para seguir sua fé dessa forma, ela respondeu, com sua voz surpreendentemente firme: “Jesus prometeu que sempre estará comigo, até o fim. Ele prometeu me fortalecer. Eu posso senti-lo comigo e posso sentir sua força”.

Recentemente, a Portas Abertas forneceu à Areefa uma máquina de costura elétrica e outra máquina para ajudá-la a bordar. “Essas máquinas vão me ajudar muito, especialmente a ganhar mais para cuidar dos meus filhos. Deus fez todas essas provisões para mim. Sou grata a Deus e a todos aqueles que me ajudaram através dos parceiros da Portas Abertas”, disse Areefa sorrindo.

A ação da Portas Abertas junto a irmãos perseguidos, como Areefa

Os colaboradores da Portas Abertas passaram mais tempo com Areefa, encorajando-a por meio da palavra e orando por ela. Ela está mais do que feliz em nos contar como Deus a ajudou a se tornar uma constureira habilidosa e como tantas mulheres em sua comunidade gostam de seu trabalho e preferem ter suas roupas costuradas por ela, embora haja tantas costureiras.

Quando os colaboradores saíram da casa de Areefa, perceberam quão maravilhosamente Deus a ajudou a ficar de pé. Na ausência do marido, ela descobriu a verdadeira força de Deus. Os parceiros do Portas Abertas ajudam cristãos perseguidos como Areefa a sobreviver, curar e a seguir em frente com sua fé em meio a circunstâncias desafiadoras.

Além de fornecer ajuda prática, como apoio à subsistência, mantimentos, e outras necessidades, também são realizados treinamentos, em que esses irmãos são ensinados sobre a perseguição do ponto de vista bíblico. Eles são aconselhados e treinados sobre por que o cristianismo se opõe à realidade hindu e sobre como podemos levar uma vida vitoriosa em meio à perseguição.

Campanha Global Índia

Devido ao aumento de ataques a cristãos na Índia, a Portas Abertas tem redobrado os esforços para apoiar nossos irmãos no país. Por isso, convidamos você a se engajar nessa campanha, juntamente conosco, e fazer mais por aqueles que são perseguidos por amor a Cristo. Conheça a campanha, ore e se envolva.

*Nome alterado por segurança.

Sobre o Colaborador

Artigos Relacionados